M.P.P.C - MOVIMENTO POPULAR PENSAR CAXIAS

Avenida Pinto Lira, 365 - Engenho do Porto
Duque de Caxias - RJ.CEP. 25015-260
CNPJ. 19.374.715/0001-32
Telefone: 55-21-3685-6285 - E-mail: pensarcaxias@hotmail.com
Blog. www.pensarcaxias.com.br

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

FELIZ ANO NOVO

A EQUIPE DO MOVIMENTO POPULAR PENSAR CAXIAS, DESEJAM A TODOS UM FELIZ ANO NOVO E QUE 2014 SEJA UM ANO DE MUITAS REALIZAÇÕES EM SUAS VIDAS.

PENSAR CAXIAS.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

COVARDIA E DESUMANIDADE O QUE O PREFEITO DE DUQUE DE CAXIAS FAZ COM O POVO DE SEU MUNICÍPIO



Caros amigos,
Aumento de até 500 % no IPTU em Duque de Caxias.
O que vocês irão ver neste vídeo podem ter a certeza que tem dedo não só do Prefeito Alexandre Cardoso como também dos Vereadores que aceitam esta barbárie.
veja o vídeo abaixo:


video
Amigos isso é covardia para com os nossos moradores, deveria sim o Prefeito é baixar esses valores uma vez que não vem fazendo nada para prevenir as enchentes com obras de pavimentação, segurança, e etc. nesses lugares onde o desenvolvimento não chega.
Esse Senhor Alexandre Cardoso é um homem muito rico digo até milionário, que não tem ideia do que é duzentos , trezentos, oitocentos, e mil reais para muitas famílias que vivem no sacrifício, ele pensa que esta vivendo em sua casa na zona sul do Rio, onde seu IPTU deve custar o preço de um imóvel aqui,  isso é ato desumano e o pior cadê nossos vereadores que não tomam nossas dores neste momento.
Pessoal vamos Pensar Caxias, afinal, agora eles estão deixando agente mais pobre e eles cada vez mais rico com isso. 

PENSAR CAXIAS.

JOGO SUJO NA POLÍTICA PODE TIRAR CARGO DO PREFEITO EM DUQUE DE CAXIAS.SERÁ?



Caros Amigos,
Repetem-se na história recente da política fluminense os casos em que criador e criatura tornam-se inimigos de morte. Foi assim com Cesar Maia e Leonel Brizola; Luiz Paulo Conde e Cesar Maia. Cesar e Eduardo Paes; Anthony Garotinho e Brizola; Sérgio Cabral e Garotinho. Recém-nomeado presidente do PSB no Rio de Janeiro, o deputado federal Romário seguiu a tradição ao abrir, no mês passado, uma batalha jurídica contra Alexandre Cardoso, prefeito de Duque de Caxias responsável por sua entrada na política em 2010. O ex-jogador quer tirar o mandato de Cardoso, com quem brigou nos últimos meses, e entrega-lo a outro partido.
A sede de vingança de Romário teve origem em 2012, quando Alexandre Cardoso, então presidente do PSB, vetou o projeto do Baixinho de lançar-se candidato a prefeito do Rio, para enfrentar Eduardo Paes, então em uma confortável campanha para a reeleição. Ressalte-se que Romário, no fundo, não queria vencer e ser prefeito. A intenção era se cacifar para pleitear cargos na gestão de Paes. A divergência atiçou uma rivalidade que já ocorria, mas limitava-se aos círculos partidários, com a insistência de Cardoso em manter controle sobre os votos de Romário no Congresso. Com a crise na mesa, o ex-craque abandonou o PSB.
A partir do segundo semestre deste ano, os ventos mudaram entre os socialistas. Cardoso passou a se posicionar publicamente contra a candidatura de Eduardo Campos à Presidência da República e o rompimento da aliança com Sérgio Cabral no Rio de Janeiro. A vingança de Romário começava. Em setembro, a Executiva Nacional do PSB abriu processo de intervenção no diretório regional do Rio de Janeiro e afastou Cardoso da presidência. Dias depois, Romário retornava ao PSB e assumia o comando da sigla no estado.
O golpe estava consumado, mas Romário não se deu por satisfeito e decidiu tentar ampliar o placar. Sem alarde, no mês passado, o PSB ingressou no Tribunal Regional Eleitoral contra Alexandre Cardoso pedindo de volta o seu mandato como prefeito de Duque de Caxias por infidelidade partidária. VEJA teve acesso à acusação de Romário e à defesa de Cardoso no processo. Ambos estão repletos de ataques pessoais.
Romário quer entregar o mandato de prefeito a Laury de Souza Villar (PDT), vice de Cardoso. O curioso é que o PDT não é aliado do PSB no estado nem na esfera federal. Romário ataca a atitude de Cardoso de se opor à candidatura de Campos e de sair do partido: “Não houve qualquer tipo de perseguição, discriminação pessoal ou mudança de programa partidário. É um absurdo se opor ao sonho maior de seu partido de disputar a presidência. Nada mais é do que tática calculada para agasalho futuro de sua espúria pretensão política”, diz, em sua peça de acusação.
Através de seu advogado, Cardoso se defendeu com chumbo grosso. Acusa Romário de ter um tom “arrogante” e “empafioso” como presidente do diretório estadual. “É equivocada a concepção de que todos os filiados de um partido político estariam obrigados a aceitar servilmente, de joelhos, radicais mudanças impostas pelo seu líder nacional, dando de ombros para as suas próprias ideologias até então defendidas”.
Cardoso, que também se diz perseguido e retaliado, acusa Romário de “coronelismo” e ataca Campos, que passou quase sete anos na base do governo Dilma Rousseff. “(Houve) metamorfose abrupta da linha partidária, como num passe de mágica tornou-se oposição empedernida. Num gesto de ingratidão e sentimentos menos nobres, o PSB quis passar uma borracha em toda essa história. 

PENSAR CAXIAS 
Veja
g-1

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

PMDB, PT E SEUS ALIADOS, CULPADOS OU INOCENTES ?


Caros Amigos,
Vendo hoje pela manhã, 16/12/2013 em um programa de noticiário da TV RECORD, uma matéria de um acidente gravíssimo que envolveu dois carros, causando quatros mortes e cinco feridos gravemente na Avenida Leonel de Moura Brizola, antiga Av. Presidente Kennedy em Duque de Caxias. E perguntando ao Prefeito Alexandre Cardoso, sobre o assunto e a responsabilidade, ele diz ser totalmente do Governador Sérgio Cabral, culpando sempre o Estado quando o assunto é a Av. da morte. Hora, mais quem atualmente esta ganhado dividendos políticos com esta obra que se arrasta por vários anos e que já causou muitas vitimas fatais é o Sr. Prefeito Alexandre Cardoso, que tem por obrigação de acompanhar o que esta de errado no canteiro desta obra, principalmente no que diz respeito aos transtornos e segurança para os usuários desta via, o Sr. Deve saber muito bem que 95% dos usuários desta via são moradores de Duque de Caxias e recolhem seus IPTU para seu Município e não para o Estado, então o Sr. Tem sim responsabilidades também nesta obra. Lembramos a todos que o Pensar Caxias já se manifestou sobre este assunto em seu espaço, fizemos caminhadas cobrando das autoridades soluções, e por falar disso, nós do Pensar Caxias encontramos a simples solução desse problema, mais as questões políticas e os interesses financeiros que geram recursos que se transformam em boa parte para financiamentos de campanha política falam mais alto e é por isso que o  Pensar Caxias, vem afirmando que esta Avenida Leonel de Moura Brizola é um instrumento de trocas de votos e é bom que essa população entenda que esperar desses políticos e governos que são aliados a esses Governos PMDB  e PT, nunca teremos as soluções destas ordens. Esta semana mesmo o pensar Caxias esteve circulando em torno desta obra e constatamos que realmente dá a impressão de que não há planejamento nenhum no quesito Segurança, o trecho no centro do Gramacho bem na curva da morte, nota-se que a divisão em pilotos são totalmente desnivelados, sem proteção nenhuma que venha a evitar acidentes. É por isso que sempre dizemos que Duque de Caxias nunca foi pensada por políticos e Governos nenhum.
PENSAR CAXIAS.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

PRESIDENTE DO MPPC ENCAMINHA PEDIDO À PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS PARA REFORMA, MANUTENÇÃO E FISCALIZAÇÃO DA PRAÇA DA RUA RISOLETA CAETANO NO BAIRRO DO ENGENHO DO PORTO.







Abaixo vocês podem ver o pedido protocolado.

Lembramos a todos que o Pensar Caxias estará concentrado neste Bairro até que as Autoridades Municipais deem soluções para os casos mais graves que vem atormentando a vida dos moradores conforme temos colocado.
PENSAR CAXIAS.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

DEMAGOGIA, DESPREZO OU OMISSÃO DA PREFEITURA DE DUQUE DE CAXIAS

Caros Amigos,
No dia 30 de Novembro, a Secretaria de Ação Social do Município de Duque de Caxias, realizou um evento na Rua Expedicionário Aquino de Araujo no Bairro do Engenho do Porto com várias atrações, desde cortes de cabelos, aferição de pressão arterial, emissões de documentos e outros que já conhecemos, e até parabenizamos por isso uma vez que as pessoas precisam muito desses serviços. Mais o Povo também sabe que o significado disso chama-se, Política. E o que mais nos chamou a atenção foi o fato ocorrido no dia anterior ao evento que nos fez pensar e muito da harmonia entre a secretaria de Ação Social com a de Limpeza Urbana deste Município que colocou a disposição, uma equipe volumosa de pessoas para a varrição das ruas, pinturas superficiais de meio fio e de péssima qualidade e outros serviços para  enganarem os moradores local. E muitos, ficaram surpresos com aquela ação e se questionando sobre o Estado de abandono do Bairro, principalmente da Praça da Rua Risoleta Caetano, a qual o Pensar Caxias vem recebendo queixas constantes de que esta Praça se encontra banhada com águas de um esgoto estourado de um conjunto residencial ao lado, e o pior existe no local um grande foco de mosquitos da dengue e ao lado desta Praça temos dois colégios um Municipal, o Todos os Santos e o colégio particular Educandário Santa Clara onde seus alunos se concentram nesta Praça correndo o risco de adquirirem não só uma Dengue, como também outras doenças transmissíveis pelas bactérias locadas naquele ambiente, a Praça esta completamente abandonada de tudo e se tornou também em um ponto de consumo de drogas. Ali sim, deveriam acontecer esses eventos, e por que os serviços Públicos só aparecem nessas horas para beneficiar Políticos? É um caso a pensar, Afinal, é da Prefeitura a responsabilidade de ofertar qualidades de vidas e o combate a Dengue e qualquer doenças transmissíveis desta situação.

PENSA CAXIAS. 
Click no link abaixo e vejam este vídeo: