M.P.P.C - MOVIMENTO POPULAR PENSAR CAXIAS

Avenida Pinto Lira, 365 - Engenho do Porto
Duque de Caxias - RJ.CEP. 25015-260
CNPJ. 19.374.715/0001-32
Telefone: 55-21-3685-6285 - E-mail: pensarcaxias@hotmail.com
Blog. www.pensarcaxias.com.br

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

CARLOS PAIXÃO, MEMBRO DO PENSAR CAXIAS



AQUI ESTA O AMIGO CARLOS PAIXÃO, QUE INTERAGI DIRETAMENTE COM A SOCIEDADE DE DUQUE DE CAXIAS, QUE SOFREM COM OS DESCASOS PÚBLICOS, E VOCÊ CIDADÃO CAXIENSE, QUE TENHA ALGUM PROBLEMA A RESOLVER, RECLAME EM NOSSA OUVIDORIA AQUI EM NOSSO SITE E ELE IRÁ ATÉ VOCÊ.



PROGRAMA PENSAR CAXIAS NA SBR 96,9 FM



O Pensar Caxias, agora tem seu programa na Rádio Comunitária SBR 96,9 FM todas as quartas feiras das 13:00 às 15:00 horas; e você cidadão ouvinte pode participar diretamente no programa através do telefone 3848-2204.  

VENHAM CONOSCO.

.

PENSAR CAXIAS DE VOLTA AS RUAS


O Movimento Popular Pensar Caxias e sua equipe estão de volta as Ruas orientando as pessoas e participando junto a sociedade no seus direitos e deveres.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

PREFEITO DE DUQUE DE CAXIAS, AGI IRRESPONSAVELMENTE POR DECISÕES PRÓPRIAS.




Um Cemitério Popular, será inaugurado nas imediações do Hospital Moacyr do Carmo em Duque de caxias na rodovia Washington Luiz, conforme anuncio na foto acima. Uma área comercial, industrial, residencial e talvez de preservação ambiental devido ser as margens da Bahia de Guanabara, já basta o lixão do Jardim Gramacho nas imediações. Alguns moradores próximo ao local não aprovam essa decisão do Prefeito e além do mais, os comerciantes, as industriários e os proprietários dos imóveis desta região sofrerão com uma desvalorização de seus patrimônios devido irresponsabilidade deste Governo em tomar decisões sem que a população e os envolvidos participem disso. Duque de Caxias precisa sim de mais investimentos na área de Saúde, Educação e principalmente Segurança, Cemitérios já temos três que carecem de manutenção e ampliação. É um absurdo que o Prefeito de Duque de Caxias tome decisões impensadas, o povo quer Segurança e não vagas para cadáveres gerados  pela Violência. 

PENSAR CAXIAS.

domingo, 22 de janeiro de 2017

Duque de Caxias e os novos tempos políticos na cidade, momento de mudanças e a esperança renovada de dias melhores...




Olá caros Caxienses e Pensadores que nos acompanham, o Movimento  Popular Pensar Caxias, retorna à público para trazer a vocês como estão sendo os primeiros 22 dias do ano de 2017 no cenário político da cidade, novos vereadores, novo prefeito e as velhas mazelas que nos desafiam e mostram o quanto a população de Duque de Caxias tem de cobrar e realizar para alcançar as devidas melhorias e avanços que necessitamos. Segundo estimativa do IBGE 2016, a população está com aproximadamente mais de 860 mil habitantes, o que nos coloca em 3ª cidade com mais pessoas no estado do Rio de Janeiro, além de outros muitos atributos favoráveis na indústria, serviços, educação entre outras áreas que movem a economia da cidade. Nosso orçamento e faturamento em impostos é alto como as nossas realizaçãoes, mas, ainda assim, é necessário muito trabalho e vontade política para garantir à maioria da população caxiense direitos de extrema relevância, como o saneamento básico, a educação pública de qualidade, o transporte público eficiente com tarifas justas, segurança pública, entre diversos outros problemas que desafiam a cada mandato os políticos que elegemos para governar e decidir prioridades para a cidade.
Assim, já observamos diversas demonstrações de investimento inadequado de tempo, dinheiro, equívocos e máquina pública sendo uasadas de palanques políticos, neste início de ano e mandato. Dessa maneira, apesar de vivermos um momento histórico de deafios e problemas econômicos, a população está mais atenta e cobrando mais seus direitos, ainda assim, percebemos que as velhas manias políticas dos "conchavos" e "distribuição" de cargos nas secretarias da cidade e em toda rede administrativa da cidade, perdura... Pessoas que foram eleitas para cargos legislativos, os vereadores, já estão em suas páginas de redes sociais, mostrando suas ações, indicações e "façanhas", numa constante ânsia de mostrar serviço, mas até agora, ninguém falou sobre o aumento das passagens na cidade, coisa que muito tem reclamado e convocado ações diversas, os coletivos da sociedade civil da cidade, estudantes e instituições, além de pessoas ativas no cenário político. Este movimento repudia o aumento de mais de 10% no valor das passagens aprovado pela câmara municipal e homologada pelo prefeito, que também nada fala sobre o assunto...
Cobramos respostas por este ato que só tem a prejudicar a população da cidade e aumentar as disparidades que não resultam numa vida digna e segura para os caxienses. 
Nos colcamos atentos e continuaremos denunciando qualquer ato que prejudique a vida coletiva na cidade de Duque de Caxias. 
Cidadão que ama a sua cidade tem que cobrar e vigiar os atos dos vereadores e do prefeito, não dá par deixar eles fazerem o que querem e aceitar tudo. Nós que vivemos aqui é que sabemnos o que precisamos, por isso, o MPPC, está sempre ao lado das ações de participação da sociedade nas questões políticas, pois, sem a política, nada acontece. Participe mais dessas ações, junte-se ao nosso movimento e venha realizar você também por nossa cidade.

Reuniões mensais!
Você é nosso convidado!

Novo Número de nosso Whatsapp  21 96890-5169, deixem suas soliciatções lá, dúvidas e denúncias, faremos o possível para judar!

Quem vive Caxias, Pensa Caxias!!!


segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Eleições municipais 2016, Duque de Caxias, mais uma vez a barganha daqueles que tem o poder político por aqui.



Bom dia Pensadores e Pensadoras! 
Estou de volta para trazer a você caro amigo e amiga, cidadãos de Duque de Caxias, RJ, que trabalham firme para manter uma vida digna, o panorama atual do cenário político e social e não está informado do que se transforma a nossa querida cidade e milhares pelo Brasil, nesta época de eleições, tempo que ainda estão sendo a moeda de troca nos jogos políticos, por aqui. Pessoas influentes na cidade, ex prefeitos e antigos candidatos a prefeito e vereadores que se trocam por cargos e favores em função da escolha de alguns e sempre os mesmos que são os responsáveis por toda desordem que vive a cidade, o abandono da saúde, onde em Jardim Primavera, num posto de saúde da rede pública municipal, só distribui 50 números para laboratório, num espaço que vivem milhares de pessoas que necessitam dos cuidados oferecidos pelo SUS, tem que chegar as 4h da manhã nos locais de atendimento, segundo relatos de pessoas que utilizam este serviço básico de saúde, há centrenas de outros exemplos similares de descaso. 
A educação pública municipal se vangloriou em tv aberta há pouco tempo, sobre o recorde em matrículas, chegando a 50 mil, mas, o que todos sabem e veem, ao ter seus filhos, sobrinhos e conhecidos, crianças que dependem deste sistema, ficarem mais de 20 dias sem aula, por causa da greve em função dos conflitos entre o poder público e a categoria, também do autoritárismo de gestores que cortam direitos dos profissionais da educação, os professoras de praticamente 90% das escolas da rede, estão pedindo ajuda para os responsáveis e parceiros, para trazer a doação de material básico como folhas A4, cola, lápis, tesoura e cadernos, além da não entrega realizada ainda no ano de 2016 para as escolas municipais dos quatro distritos de Duque de Caxias, do uniforme escolar, do material escolar, além do grande número de professores contratados na sala de aula e administrativos, enquanto milhares de profissionais foram aprovados no último concurso na cidade, no ano de 2014, e ainda não foram convocados e nomeados. O Programa estadual "Mais educação" um projeto que tem por função, preencher o tempo de crianças e jovens nas escolas públicas, no contraturno das aulas tradicionais, com um proposta de "educação integral", mas apresenta diversas disparidades coma sua função, não alcançou os objetivos básicos e, este ano, só está realmente acontecendo agora em dezenas de escolas, a partir do final de julho a agosto, e ainda teremos a parada de aulas por alguns dias por causa dos Jogos Olímpicos 2016, dessa maneira é levada a educação, com milhares de reais gastos em propaganda enganosa e os duquecaxienses passando por condições desumanas de vida. 
Neste cenário nada favorável, vemos nas ruas pessoas que só parecem de 4 em 4 anos, sorrindo para nós, nos dando abraços e tentando gamhar o nosso voto dos mais variados jeitos, modos e falcatruas. Temos os casos de alguns empresários que financiam as campanhas, fazem acordos por cargos e reagalias, temos os casos de igrejas e grupos de várias fés, que se unem para arrebanhar fiéis, que votem em seus candidadtos, alguns envolvidos com o trafico de drogas, milícias, grupos de extermínio e roubos, assaltos e até prostituição e, nos casos mais graves pedofilia. Temos a volta de candidatos que já foram prefeitos e deixaram uma herança de dívidas e sumiços de valores que nunca foram esclarecidos, casos de corrupção, enriquecimento e sempre a polpulação pagando a conta mais cara.
Somos hoje, uma cidade de mais de 900 mil de habitantes, se considerarmos que ainda em nosssa cidade, milhares de pessoas não tem documentos de identificação, podemos chegar a 1 milhão. Dessa maneira, somos contibuintes de uma cidade que tem 29 vereadores, que ganham entre salário e reaglias, mais de 25 mil reais por mês, estes, responsáveis por criar leis que nos atendam em nossas necessidades e fiscalizar as atitudes do prefeito perante as suas decisões, e promover uma condição de vida com trabalho, saúde e educação para os moradores, digna. O atual prefeito, depois de constatar a quase unânime rejeição por parte do povo, desistiu de sua candidatura para reeileição e está apoiando agora, um antigo candidato que só faz enriquecer a cada eleição, mesmo não ganhando para prefeito nehuma vez. Só que o que podemos observar que a maioria dos cidadão duquecaxienses vivenciam é o desdem destes politiqueiros que não levam a sério o trabalho público sem ter respeito pelo cidadão, fazendo de seus cargos públicos instrumento de trocas de favores, enriquecimento, iresponsabilidade e negligência, que custam vidas para a cidade, mas, que não comovem os corações daqueles que qerem o poder a todo custo e não se importam com você caro amigo, eles querem apenas comprar o seu voto e continuar esse ciclo vergonhoso em Duque de Caxias. por isso, devemos ficar atentos e como nos permite a Democracia, escolher as pessoas que acreditamos ser competentes para cuidar de nossas vidas e da cidade, com a nossa ajuda fiscalizando essas escolhas e cobrando as mudanças que precisamos. Vamos dar a chance para quem ainda não fez e não foi testado, só assim, podemos ver mudanças, mudando nossas escolhas, desejo à todos uma boa reflexão e boas escolhas nas próximas eleições! 
O MPPC está de olho e trará em breve mais notícias sobre as eleições 2016, que começa oficialmente no dia 15 de agosto.
Forte abraço amigos e amigas!













sexta-feira, 6 de maio de 2016

Semana de acompanhamento da situação das escolas públicas em Duque de Caxias! Cidade que resiste!

Bom dia Pensadores e Pensadoras!
O MPPC esteve durante a semana de 02 à 06 de maio de 2016, visitando escolas públicas na cidade, conversando com a população dos quatro distritos, estudantes, mães de alunos, diretores e funcionários, para trazer aos cidadãos que acompanham o trabalho de lutas por direitos que realiza o MPPC para trazer às informações sobre a realidade do que vem ocorrendo aqui em Duque de Caxias, RJ.
Assim, após visitar as escolas, ouvir os relatos e colher informações, trazemos à público como foram estas ações e todo o material que conseguimos reunir. Dessa maneira, num momento tão importante de nossa história atual, de ano de eleições municipais, é fundamental que a população tenha acesso à realidade do que vem acontecendo na cidade e, como o poder público municipal tem tratado de assuntos fundamentais, como a Educação Pública em nosso município.
 E lembramos que estamos enfrentando um movimento estudantil como nunca antes na história, onde os estudantes secundaristas de maneira organizada, com propostas acessíveis, estão ocupando as escolas públicas pelo estado do Rio de Janeiro, com mais de 60 escolas ocupadas, enfrentando de maneira corajosa a falta de infraestrutura, de professores, de merenda, uniformes, funcionários e um ensino que liberte e não aprisione pensamentos para apenas obedecer a ordem do sistema desigual de má distribuição de renda no Brasil.
No primeiro distrito da cidade, na Escola Estadual Irineu Marinho, no Centenário, os estudantes estão ocupando o prédio e lutando por melhorias onde podemos conversar com alguns destes jovens e também com mães dos alunos que nos relataram não haver condições de aula no prédio por causa de diversos problemas, sendo o mais grave, a falta de professores e o não pagamento dos funcionários e dos terceirizados. Além desta escola, temos na rede municipal que ficou quase 30 dias sem aula, com os profissionais em greve para pressionar a prefeitura a realizar as promessas que sempre faz, mas, não cumpre, de maneira que os estudantes só conseguem obter avanços a partir da insistente lutas dos profissionais da classe. Abaixo algumas imagens do local.



No segundo distrito, visitamos escolas estaduais e municipais, sendo elas, EM Wanda Gomes Soares, Colégio Estadual Alexander Graham Bell, Ciep 208 Alceu Amoroso Lima, Ciep 035 Marechal Henrique Teixeira Lott. Em comum, todas as escolas enfrentam realidades parecidas, como a falta de professores, merenda nas escolas, segurança, material escolar e outros problemas. Ficamos muito tristes em perceber como estão abandonadas estas unidades escolares, alunos sem aula, sem perspectiva para mudanças e isso é lastimável, pois, a juventude é o futuro do Brasil, mas, sem alternativas, essa juventude não poderá participar das mudanças para uma vida melhor para a sociedade.
Nesta escola, a turma de 3º ano, está até hoje, dia 06/06/2016 sem professor. O ano letivo ainda não começou para os alunos desta turma...Fotos abaixo de hoje logo cedo.

No terceiro e quarto distritos, estivemos em contato com funcionários e professores da Escola Municipal  General Mourão Filho, onde há relatos de falta de material escolar, de limpeza e a merenda tem deixado muito a desejar, com pouca variedade de alimentos, além do pouco oferecimento de frutas e variedade de cardápios.  Alguns professores desta escola nos contaram que precisam juntar do próprio dinheiro até para comprar material escolar para uso próprio , além de até panelas tiveram que comprar, já que a prefeitura tem deixado de lado o atendimento a este unidade, além de outras pela região do terceiro distrito. Desde fevereiro, as mães nos contaram que não está havendo aula todos os dias, que as crianças ficam em casa e, já passaram mais de 40 dias sem ir à escola neste ano de 2016.


Além deste problemas que relatamos na matéria, existem ainda a questão dos aprovados no concurso da educação que foi realizado em Duque de Caxias, e que ainda, não foram convocados, sendo que há mais de 700 profissionais que precisam ser chamados para tomar posse nos cargos que foram aprovados e a SME está fazendo isto de forma muito lenta, que prejudica os alunos e acaba acontecendo como na escola  Municipal Wanda Gomes Soares, que até hoje não tem professor para o 3º ano. Os uniformes de frio também ainda não foram entregues, além de cadernos, lápis e outros materiais.
O MPPC se coloca neste espaço, para defender os direitos e interesses do povo de Duque de Caxias e espera que estas realidades aqui apresentadas, venham não se repetir, para que não precisemos ficar a cada eleição, sendo enganados! Pois, os filhos dos trabalhadores da cidade devem ter acesso à uma educação pública de qualidade, emancipatória e libertadora! 
ESTAMOS DE OLHO! 
ATÉ BREVE CIDADÃOS!